Tele-Atendimento:
(62) 3223-3943
E-mail:
contato@simego.com.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Atualize
seus dados

Associe-se
ao Simego

2ª Via
boleto

Perguntas
Frequentes




TV Simego
FESTMEGO 2016
Já conferiu como foi o FESTMEGO do ano passado? Assista e viva esta experiência! Lembrando que as inscrições para a edição de 2017 estão abertas! Acesse
Corte da gratificação de insalubridade dos médicos efetivos da Regulação da SMS de Goiânia
Secretário de Comunicação e Imprensa do SIMEGO, Rafael Cardoso Martinez, fala sobre o corte da gratificação de insalubridade dos médicos efetivos da SMS de Go
Gratificação de produtividade dos médicos efetivos da SMS de Goiânia é mantida
Após intervenção do SIMEGO os médicos efetivos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Goiânia voltaram a receber a gratificação de produtivida
Residentes da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia suspendem paralisação
Os médicos residentes da Santa Casa de Misericórdia de Goiânia (SCMG) suspenderam o movimento paredista iniciado na última terça-feira (25). A interrupç&atil
Reunião com superintendência Santa Casa
Diretoria da Santa Casa sinaliza pagamento dos médicos residentes.
Médicos residentes param na Santa Casa - Jornal do Meio Dia
Rafael Cardoso Martinez, secretário de Comunicação e Imprensa do SIMEGO, fala ao Jornal do Meio Dia sobre a paralisação dos médicos residentes da  SCMG.&
Entrevista do secretário de Comunicação e Imprensa Adjunto do SIMEGO, Humberto Graner, ao JSD sobre a paralisação dos Médicos Residentes da SCMG
Humberto Graner, secretário de Comunicação e Imprensa Adjunto do SIMEGO, fala ao Jornal Serra Dourada sobre os constantes atrasos no pagamento dos médicos residentes da San
Ronda Sindical - Santa Casa paralisação dos Médicos Residentes
Rafael Martinez, secretário de  Comunicação e Imprensa do SIMEGO,  faz Ronda Sindical em apoio ao movimento de paralisação dos médicos Residentes da
Imbróglio entre médicos e Secretaria de Saúde prejudica quem precisa de atendimento
Imbróglio entre médicos e Secretaria de Saúde prejudica quem precisa de atendimento