Tele-Atendimento:
(62) 3223-3943
E-mail:
contato@simego.com.br
Newsletter
Inscreva-se em nossa newsletter e fique por dentro de nossas novidades.

Atualize
seus dados

Associe-se
ao Simego

2ª Via
boleto

Perguntas
Frequentes




SIMEGO se reúne com IGH para discutir a celebração de um Acordo Coletivo de Trabalho 04/08/2017

A presidente do Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás (SIMEGO), Pabline Marçal, o secretário Geral adjunto, Paulo Francescantonio, e o assessor Jurídico da entidade, Marun Kabalan,  se reuniram, nesta quinta-feira (3), com o diretor Jurídico do Instituto de Gestão e Humanização (IGH), Adriano Muricy,  para discutir sobre a celebração de um Acordo Coletivo de Trabalho  entre os médicos que prestam serviço para o instituto  e a Organização Social.  Participaram do encontro o gestor regional de Goiás, Márcio Gramosa e a coordenadora de Recursos Humanos, Lorrane Nunes.

 

Pabline Marçal, destacou a importância do Acordo Coletivo  de trabalho para os médicos. “O acordo servirá para estabelecer  regras próprias na relação dos médicos que prestam serviço para o  IGH e o instituto, além de deixar claro os direitos e os deveres de ambas as partes”, analisou.  Ela salientou a receptividade dos gestores do IGH. “A reunião foi bastante profícua e a administração se mostrou bastante aberta às negociações. Esperamos que o acordo seja fechado o mais rapidamente possível”, finalizou.

 

Adriano Muricy ressaltou a necessidade da adequação da carga horária dos médicos e afirmou que para o IGH a participação do sindicato na tratativa de um acordo coletivo é fundamental. Nosso objetivo principal é fazer uma adequação na carga horária dos médicos que prestam serviço para o instituto, queremos padronizar em duas modalidades: 60 horas mensais ou 90 horas mensais. Acredito que o sindicato pode nos auxiliar nesse processo”, afiançou.

 

O Departamento Jurídico do SIMEGO elaborará uma minuta do Acordo Coletivo de Trabalho, que será enviada para o IGH,  e uma reunião será agendada posteriormente para dar início às negociações.

Compartilhe isso: